economia

Somente a combinação de três atitudes geram economia de combustível no carro: dirigir de maneira correta, manutenção em dia e tomar cuidado ao escolher o combustível na hora de abastecer.

1 – Pneus murchos consomem mais combustível.

VERDADE – Não somente pneus murchos, mas também alguns psi a mais influenciam até 20,0 % a mais de gasto no combustível. A calibragem deve ser feita no máximo a cada duas semanas, seguindo as orientações das montadoras para pressão, que é diferente para traseira e dianteira e se o veículo está carregado ou não. Você encontra a indicação de calibragem no manual do proprietário ou em um adesivo na tampa do tanque ou na porta carro.

2 – O excesso de peso no veículo não influencia no consumo.

MITO – Carregar peso aumenta o consumo, pois o carro precisa de maior aceleração para movimentar-se. Cada 40kg a mais de peso correspondem a 2% de aumento no consumo, além dos desgastes causados nos freios, suspensão, pneus… . Você deve fazer uma revisão nas tranqueiras inúteis deixadas no porta-malas.

3 – Troca de marcha faz diferença no consumo.

VERDADE – A velocidade certa para a mudança de marcha faz uma grande diferença no consumo. O ideal é que você fique na rotação de torque máximo do seu carro (consulte no manual do proprietário). Por exemplo, um carro a 30 km/h não pode estar em 5ª. marcha. Assim como você não deve chegar a 80 km/h em 2ª. marcha. Trocar marcha antes ou depois da hora gasta mais do que necessário. A troca de marcha deve ser suave, sem necessidade de “espichar” até o fim. Você deve respeitar seu conta-giros.

4 – Aceleradas consomem mais combustível.

VERDADE – Aceleradas bruscas e desnecessárias influenciam muito o consumo. Quanto mais você pisa no acelerador maior é a quantidade de combustível que você envia para o motor. Quando atingir a velocidade desejada, alivie o pé. O ideal é que seu pé pressione o acelerador apenas o necessário para manter a velocidade. O excesso de velocidade não somente aumenta o gasto (além de correr o risco de levar multa) como também coloca a sua segurança e a de outras pessoas em situação de perigo.

Um carro consome aproximadamente 20,0% a mais quando está a 100 km/h do que quando está a 80 km/h. Lembre-se que não adianta acelerar se você vai ser o primeiro a chegar no semáforo fechado! Se agora você pisa demais no freio, além de gastar sua pastilha de forma desnecessária, todo seu esforço para atingir a velocidade é perdida. Evite “costurar”, fazer aquele ziguezague entre os carros. Isso só causa estresse e aceleradas desnecessárias. Além disso, aceleradas e freadas bruscas também aceleram o desgaste dos pneus. Você deve pisar no acelerador de forma suave e respeitar os limites de velocidade.

5 – Ar condicionando ligado significa mais gasto de combustível.

VERDADE – Ninguém precisa passar calor. Mas em dias frios, desligue o ar condicionado. Ele aumenta aproximadamente 20,0% o consumo do veículo.

6 – Janelas abertas e apetrechos não influenciam no consumo.

MITO – Prefira andar com o carro de vidros fechados, pois assim você melhora a aerodinâmica do carro e, conseqüentemente no consumo do combustível. Andar com janelas abertas podem significar um aumento de 9,3%, especialmente a mais de 80 km/h.

Evite apetrechos, pois objetos que alteram as características originais tendem a provocar maior resistência contra o ar. Por exemplo, aerofólios, suportes e rodas fora do padrão influenciam diretamente na aerodinâmica e, conseqüentemente no aumento do consumo. O alinhamento das rodas é fundamental para aerodinâmica do carro. Se o veículo está fora de geometria, as rodas serão arrastadas, em vez de somente girar. Se você não for utilizar o bagageiro do carro, retire-o, porque ele piora a aerodinâmica aumentando o consumo. Você deve consultar um especialista, antes de instalar qualquer acessório no carro.

7 – Velas, filtros de ar e óleo precisam ser trocados com a quilometragem recomendada pela montadora.

VERDADE – As velas estão entre os itens de manutenção que mais influenciam no consumo dos carros. E quando uma estragar, todo o jogo deve ser substituído por peças com as mesmas especificações. A função das velas é gerar energia na câmara de combustão para iniciar a queima da mistura ar/combustível. Se ela está ruim, essa queima fica irregular, comprometendo o bom funcionamento do motor, além de contribuir para o aumento de poluentes na atmosfera e para o aumento em 7,5% de gasto com combustível.

O filtro de ar entupido interfere diretamente na mistura de ar e combustível na câmera de combustão, o que faz o veículo gastar em aproximadamente 6,2%, já que a mistura fica irregular.

8 – Gasolina aditivada influencia no consumo do carro.

MITO – A aditivada não influencia no consumo do carro, pois a função dela é manter a limpeza e preservar o motor. Porém um motor mais limpo e sem desgaste pode melhorar de desempenho, o que inclui economia de combustível a médio prazo. Você deve atentar para um combustível de boa qualidade. Combustível batizado interferem muito na média de combustível porque a leitura do sistema de injeção eletrônica é afetada pela composição errada. Por isso, abasteça sempre em postos com o selo da ANP e dê preferência a grandes redes. Outra dica é evitar andar com o carro na reserva. Além de correr o risco de parar no meio do caminho, você força a bomba de combustível (que irá queimar com o tempo) e irá consumir mais combustível. Mais econômico é andar com o tanque cheio.

9 – Descer com o carro no ponto morto ajuda a economizar combustível.

MITO – O veículo deve ficar sempre engrenado. Assim, gasta menos combustível do que se estiver em ponto motor. A injeção eletrônica identifica que não é preciso aceleração e corta o combustível. Rodar no ponto morto significa um aumento de aproximadamente 5,2% no combustível. Evitar o ponto morto em descida também é questão de segurança porque o carro aproveita o freio motor.

Por último pequenas atitudes como:

Otimizar sua rota, planejando qual o melhor trajeto a percorrer, evitando andar mais que o necessário ou às vezes é mais vantajoso andar um pouco mais do que ficar no anda-e-pára dos engarrafamentos; procurar andar mais a pé é limpo, melhora sua saúde e te economiza no carro, academia e no médico; desligue o carro se for ficar parado mais que três minutos; procure fazer o mesmo trajeto com outras pessoas, vocês podem revezar; anote o consumo médio do carro para seu controle; pense duas vezes antes de sair procurando o posto mais barato. Se você tiver que andar 15 km para economizar R$ 0,10 por litro, provavelmente terá gasto todo seu “lucro” no caminho. Faça as contas!

Além de economizar dinheiro, ajudam a poluir menos o meio ambiente!